Thursday, March 05, 2009

O que farão os homens?


O que farão os homens?
Quando a chuva de um pranto sereno inundar as terras de desolados corações tomado pelo desespero de uma solidão nefasta, varrendo destas terras as raízes da angústia pela força de suas águas?

O que farão os homens?
Quando a suave brisa tornar-se um vendaval de arrependimento sem fim, onde seus poderosos ventos impedirão o desejado regresso à calma planície dos ventos de felicidade?

O que dirão os homens?
Quando não mais ouverem simples respostas para simples perguntas, talvez de curiosas crianças que anseiam pelo mar de conhecimentos de um mundo o qual já não entendemos mais?

O que farão os homens?
Quando verterem rios de tristes lágrimas que tornarão novamente férteis os corações castigados pela falta do amor e da esperança?

E quando se abrirem os olhos da consciência, haverão aqueles que entenderão que rios e mares, ventos e chuvas já se foram, e nunca mais voltarão. Mas se abre uma nova paisagem de esperança no horizonte do futuro, onde o clima obedecerá apenas a própria vontade de cada um.

1 comment:

Junia said...

Esplêndido...
Você me deixa sem palavras Lele...