Wednesday, October 24, 2007

Anja

"Linda anja de asas negras
tens o brilho das estrelas,
tens mistério e incerteza
me fascina tua beleza.

Vários anjos ví no céu
de asas brancas, relusentes.
Mas és tu de negro véu
que me fica sempre em mente.

Queria eu voar mais contigo
anja vil, do anoitecer.
Mas é um vôo proibido
pois já vai amanhecer."

3 comments:

Fernanda said...

Acho que sonhei com algo muito bom essa noite.
Bem que podia ser uma premonição, tirando a parte em que tentaram me matar no sonho...

Só nao queria esquecer.

Odeio esquecer.

Vai ver é por isso que eu sempre guardo tudo. Demais até.



Falando do poema... estou com a mesma sensação! Acho que posso te compreender esta noite.

Fernanda said...

e que bom que voltou!fez muita falta!

Elaine said...

Mocinho!! Tentarei dizer algo sério!rsrs
Bem... Através da linguagem verbal e a presença constante do lirismo nestas lindas poesias, conseguiu mostrar a nós leigos...rs um pouco desse ser humano maravilhoso, capaz de expressar seus sentimentos e emoções... Como todo poeta nem sempre esses sentimentos são entendidos ou compreendidos pelas pessoas do mundo, mas que faz uma diferença enorme em nossas vidas, ou seja, viajamos em um mundo talvez irreal, mas maravilhoso...rs Ufa!!rs Leandro! Amei todas e só hoje consegui lê-las...rs Que Deus o abençoe e ilumine sua mente sempre!! Parabéns por essa dádiva divina... Felicidades!! Beijinhos...